quinta-feira, 14 de novembro de 2013

Parabéns a mim

Pronto, já foi na terça-feira mas não interessa. E tive direito a festa surpresa e tudo.
Tinha combinado com o pessoal irmos beber um copo na terça feira à noite, para comemorar os meus vinte e dois anos, mas na segunda à noite também fui beber café com uma amiga e com o não-é-amor-nem-amizade-é-uma-coisa-que-ainda-não-tem-nome a um bar de karaoke. Comecei a achar que algo de estranho se passava quando reparei que ela estava sempre a olhar para a porta e para ele. Depois pegava no telemovel, olhava para ele e voltava a olhar para a porta, mas sempre pensei que fosse o "namorado" dela que estivesse para chegar. Ele é meu amigo desde que me conheço por gente e pensei que fosse essa a surpresa. Mas não.
Passou a meia noite e o  não-é-amor-nem-amizade-é-uma-coisa-que-ainda-não-tem-nome deu-me os parabéns, mas a parva da minha amiga não. Comecei a hiperventilar por estar a receber mensagens de parabéns de pessoas a muitos km de distância e aquela gaja não me dizia nada. Entretanto, eram perto de meia noite e meia quando chamam a minha amiga para cantar. Ela pega em mim, mete-me de pé virada para ela e de costas para a porta. Começa a cantar-me os parabéns e faz-me sinal para me virar para tráz. Quando vou a ver estavam os meus amigos a entrar com um bolo e a cantar-me os parabéns. Fiquei estática, com as mãos na cabeça e esbardalhei-me logo toda a chorar. É que não estava nada, mesmo nada à espera.
E o que era suposto ser um cafézinho rápido, tornou-se numa grande noite que durou quase até às 6 da manhã. O que me valeu foi a folga no dia seguinte.

1 comentário:

  1. Ohhh que surpresa tão maravilhosa :)
    E parabéns!!

    ResponderEliminar